O que você está esperando para jogar RPG?

Do jogo "unEpic!"

O RPG é um dos gênero de jogos tradicionais mais difundidos na sociedade e pessoas de diversos nichos diferentes já se aventuraram. Para alguns, jogar RPG pode parecer algo complexo e muita gente tem dificuldade em dar aquele pulo e encarar a experiência, mas não entenda as coisas erradas, isto tudo deve vir de crenças mal fundamentadas e falta de contato com o gênero. Jogar RPG é algo extremamente mais simples do que parece e todo mundo deveria dar uma chance.


Existem diversos RPGs no mercado, mas você não precisa de nenhum deles para começar a jogar. Deixei claro em outro artigo o quão simples é de se fazer Role-Play, a verdade é que para se iniciar uma aventura, basta apenas juntar amigos e criar uma narrativa. RPGs interpretativos fazem bastante sucesso no mercado e consistem majoritariamente de interação interpessoal, sem a necessidade de sistemas complexos e material "gurmetizado". A interação da equipe de jogadores com o universo proposto pelo seu mestre é o coração de todos os RPGs e o básico que você precisa para se divertir.

Tendo isto em mente, você mesmo pode bolar um sistema simples de RPG para que você possa criar uma espécie de balanceamento de personagens e de inimigos, caso queira. Para isto existem diversos sistemas genéricos para RPGs para que você não precise se preocupar com isto e apenas monte seu universo e jogo em torno deles. Eles são grátis e estão disponíveis na internet, mas como este artigo tenta incentivar pessoas que não tem certeza se querem mesmo jogar ou não tem tempo de ler livros extensos de 400 páginas, ainda recomendo criar seu próprio sistema. Que tal um sistema de movimentação em dados? Que tal um combate por turnos? Que tal dano igual àquele RPG de video game que você está jogando recentemente? As possibilidades são infinitas e podem ser até mais divertidas para os que não tem contato com sistema próprios de RPG.

Talvez você nunca tenha jogado RPG porque não tem contato com um mestre ou alguém que se interesse em mestrar, bem, que tal ser você esta pessoa? O Mestre (ou apenas o GM) é o idealizador da aventura, que detém o conhecimento de seu universo e do sistema de jogo. Ele narra a aventura dos jogadores, mas também os guia por campanhas feitas por ele mesmo. Algumas vezes você precisa ser aquele que dá as cartas para poder experimentar alguma coisa, e ser mestre é muito interessante, não ache que o mestre é o pedreiro da casa, ser mestre é uma experiência de jogo a parte por si só.


Muitas vezes você nem tem tempo ou seus amigos nunca conseguem se encontrar. Eu não recomendo caso você possa fazer o contrário, contudo, se não temos a escolha, recomendo jogar on-line quando todos estiverem disponíveis. Isto vem com seus problemas, as pessoas podem se distrair e nada se compara a uma aventura cara-a-cara, mas isto é por conta da visualização dos eventos que fica mais precisa por estar vendo seus amigos agindo e falando. Uma recomendação forte que tenho é da plataforma Roll20. Este site fantástico disponibiliza uma ferramenta de criação poderosa de um RPG, com mapa, sistema de dados, diário e tudo pode ser feito da forma que você quiser, caso você seja o mestre. Eu disse que ser mestre é uma experiência a parte.

Já li vários manuais de RPGs e jogos em geral na minha vida, mas se pudesse ranquear as melhores aventuras que já joguei ou mestrei foram aquelas em que não usei nenhum dos sistemas que li. Algumas delas no site que citei. Então vale dar uma chance, é simples e basta ser criativo.

- Comissar Cain
Compartilhe no Google Plus

Sobre Comissar Cain

Formado em Cinema e fanático por cultura de nicho como Card Games, War Games e RPGs.
    Comentário Facebook
    Comentário google

Nossa Equipe!

Berserker Bruce Wayne Mashiro Moritaka Snow Bunny Tsuna Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic Image and video hosting by TinyPic